Lascou! Sindicato anuncia greve dos funcionários do hospital e maternidade de São José de Ribamar

Gestão do Prefeito Luís Fernando enfrenta a primeira crise do ano, e população  reclama do caos no setor municipal.O SindSaude-MA, divulgou nota informando que a partir de hoje, 02, os servidores do Hospital e da Maternidade Municipal de São José de Ribamar, iniciarão greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após realização da terceira audiência de conciliação, que aconteceu no dia 29, entre o Sindicato, representantes da empresa Vitale, ex-prestadora de serviço para a Prefeitura, e representantes da Prefeitura.

Os servidores exigem pagamento dos salários dos servidores do mês de novembro, além do pagamento do 13º salário e verbas trabalhalhistas.

A audiência aconteceu no Ministério Público do Trabalho, e pela terceira vez, nenhuma proposta foi apresentada pelos representantes da prefeitura.

A Empresa Vitale, por sua vez, alegou em juízo que a prefeitura tem uma divida de R$ 10 milhões, e que existe uma ação na justiça para receber esses valores referente os últimos meses de prestação de serviço. Segundo os representantes da empresa Vitale, caso a prefeitura queira resolver o problema com os servidores, propôs que os salários, décimo terceiro e verbas trabalhistas sejam pagas diretamente para os trabalhadores e deduzidos da divida.

Pela terceira vez, representantes da prefeitura não apresentaram nenhuma proposta para acabar com o sofrimento dos trabalhadores.

Confira a nota na íntegra.

Na tarde do dia (29/12/2017), no Ministério Público do Trabalho- PRT 16a Região, acontece a terceira audiência solicitada pelo SINDSAUDE nos quais são partes o Município de São José de Ribamar e a Organização Vitale (empresa terceirizada responsável pela gestão da mão de obra).

Já é recorrente que ao final de cada contrato o ente público municipal se omite quanto ao pagamento dos salários e verbas rescisórias dos trabalhadores.
Nos parece ocorrer um conluio entre essas empresas denominadas ” organizações sociais sem fins lucrativos ” e o ente Municipal que realizou o contrato.

O contrato entre a empresa Vitale e o Município de São José de Ribamar terminou desde o dia 02 de novembro, ocasião em que o sindicato já havia notificado o Município para prevenção de responsabilidades e garantia de pagamentos dos trabalhadores. Entretanto, embora notificado pelo SINDSAUDE o Município quedou-se inerte deixando agora centenas de trabalhadores sem os salários do mês de novembro e sem o pagamento do 13° salário.

Na audiência de hoje, os representantes do município presentes na audiência não apresentaram nenhuma proposta para o adimplemento das verbas salariais e rescisórias.

Diante do descaso do município com a situação dos trabalhadores os mesmos decidiram cruzar os braços e interromper as atividades do hospital à partir do dia 02 de janeiro de 2018.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *