Mais impostos: Em Colinas, projeto do executivo quer “tirar o couro” da população.

A população de Colinas, cidade natal do secretário de articulação política Marcio Jerry (PCdoB), e do vice-governador Carlos Brandão (PRB), deve sofrer mais um duro golpe no bolso. Com as mais recentes ações da prefeita Valmira Miranda (PDT) e do seu vice-prefeito, João Haroldo (PCdoB), a dupla pretende implantar uma versão regionalizada do que ficou conhecido como Mais impostos do Governo do Estado.

Prefeita e vice, que representam os grupos políticos de Brandão e Jerry, conseguiram no mês de outubro, com articulação da vereadora Régia Barroso (PCdoB), irmã de Jerry, a aprovação do aumento da taxa de iluminação pública, que deverá sofrer aumento de aproximadamente 30% nas contas de janeiro.

Agora, o grupo político da dupla Carlos Brandão e Marcio Jerry estão tentando aumentar valores de impostos e taxas, entre eles, IPTU e ISS.

Pelo projeto que está na Câmara, os Colinenses terão que pagar até taxa de coleta de lixo. O valor será calculado pelo tamanho do imóvel, o que poderá girar em torno de R$ 40 reais por mês, em um imóvel com terreno de 400 metros quadrados.

Outras taxas tem deixado a população revoltada, entre elas, cobrança de R$ 70 reais para cada bovino abatido e de R$ 25 reais para abate de suíno.

“Só falta querer cobrar taxa por cada galinha abatida em minha casa.” Ironizou uma moradora.

Mesmo com maioria na Câmara, a prefeita Valmira vem enfrentando dificuldades para aprovar o projeto, que não agrada a população e já vai para a sua terceira tentativa na sessão desta quinta-feira, 14.

As informações foram obtidas com exclusividade pelo blog do Badeco, pioneiro na região.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *