Padrastro de Alanna Ludmilla estava escondido na Vila Embratel.

Moradores do Residencial Piancó 8, na Vila Embratel, em São Luís, denunciaram que o padrasto da garota Alanna Ludmilla, de apenas 10 anos, que foi encontrada enterrada no próprio quintal neste sábado, 4, estaria escondido em um apartamento do Conjunto Habitacional Minha Casa, Minha Vida.

Robert Serejo é o principal suspeito do crime e está foragido.

De acordo com o vídeo e a publicação, Serejo é conhecido dos moradores e estaria escondido no apartamento. A Policia Militar foi até o local mas não encontrou o suspeito.

Veja o vídeo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *