Entenda o que acontecerá com Lula caso STF negue habeas corpus hoje.

Mesmo com a derrota de hoje no STF,  Lula ainda não poderá ser preso.

Sérgio Mouro será o homem que mandará prender Lula

Se a maioria dos ministros do STF negarem o habeas corpus que evitaria a prisão do ex-presidente Lula. Mesmo com a decisão do Supremo, cabe a defesa de Lula, uma última cartada.

Embora o TRF-4 já tenha negado, no último dia 26, um recurso ao próprio tribunal contra a condenação, chamado embargos de declaração, Lula não foi preso por força de um salvo-conduto concedido pelo STF antes, no dia 22 de março, quando começou o julgamento do habeas corpus na Corte.

A defesa já manifestou intenção de apresentar um segundo recurso ao TRF-4 e tem até o dia 10 de abril para protocolá-lo.

Só  após a rejeição dessa nova apelação pela Oitava Turma do TRF-4, mesmo colegiado que julgou o processo, será considerada esgotada a jurisdição de segunda instância.

Feito isso, o TRF-4 enviará um ofício ao juiz federal Sergio Moro, que condenou Lula na primeira instância da Justiça Federal, comunicando a decisão. Nesse caso, caberá a ele mandar a Polícia Federal prender o ex-presidente.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.