Em nota, Duarte Júnior se corrige

Após publicação da matéria Duarte segue espalhando fakenews para atingir Eduardo Braide, sua assessoria entrou em contato com o blog para que fosse publicada nota de esclarecimento.

Diferente da postagem em suas redes sociais (leia na imagem acima), que pautou a matéria, em que se referia de maneira equivocada, classificando a greve de 2021 como a maior, agora, sua assessoria complementou a informação, se referindo a greve com 100% da frota parada, quando os rodoviários não cumpriram a decisão judicial.

Confira a íntegra da nota

Venho por meio desta, esclarecer que, de fato a Greve de Transporte Coletivo que se findou nesta segunda-feira (01), foi a maior da história da cidade, no que se refere à quantidade de dias em que 100% dos ônibus ficaram sem circular, um total de 12 dias.

Em 2014, na gestão do Prefeito João Castelo, a greve durou 16 dias, entre 22 de maio e 06 de junho. Porém, os ônibus só ficaram sem circular 100% entre os dias 27 de maio e 03 de junho, quando os rodoviários decidiram cumprir a determinação da Justiça do Trabalho e voltaram a disponibilizar 70% da frota. Sendo assim, foram apenas 07 dias com ônibus 100% parados.

Já em 2016, na Gestão do Prefeito Edvaldo Holanda Jr, a greve durou 14 dias, entre 22 de fevereiro e 07 de março. Não obstante, os ônibus só pararam em 100% entre 22 e 24 de fevereiro. Pois no dia 24 de fevereiro, os rodoviários atenderam a uma determinação do TRT, que decretou a ilegalidade da greve, e voltaram a circular com 70% da frota. Ou seja, a greve com 100% dos ônibus parados, durou apenas 2 dias.

Sem mais, gostaria que fosse reestabelecida a verdade, sobre a minha postagem em minhas redes sociais. Já que, em momento algum, faltei com a verdade ou promovi a divulgação fake news, como foi noticiado. Minhas postagens e o direcionamento do meu trabalho, são pautados no meu compromisso com a verdade e em defender os interesses da população.

Grato,

E certo da sua retratação!

Deputado Estadual, Duarte Jr.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *