Duarte já usou mais de R$ 6,6 milhões de dinheiro público para suas campanhas

Chamou a atenção do editor do blog, o voto do deputado federal Duarte Júnior (PSB), contrário a aprovação de R$ 4,9 bilhões de reais para o fundão eleitoral do ano que vem.

Apesar do voto contrário, na prática, o deputado federal já usou, e muito, recursos do FEFC – Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do Fundo Eleitoral.

Em um levantamento feito pelo blog Maramais, é possível verificar que desde que ingressou na vida pública, Duarte descobriu que poderia usar dinheiro público e parar de gastar seu próprio dinheiro.

Em 2018, por exemplo, o novato político disputou o cargo de deputado estadual e usou naquele ano, do seu próprio patrimônio, R$ 345 mil reais, além de R$ 100 mil do FEFC e outros R$ 100 mil de doações do ex-secretário Simplício Araújo.

Nessa primeira eleição, Duarte também se dizia branco, mas mudou rapidamente para Pardo na eleição seguinte.

E foi exatamente na eleição de 2020, quando deixou de ser branco e passou a ser pardo, que Duarte recebeu R$ 4.422.000,00 de recursos públicos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do Fundo Partidário.

Diante de tanto dinheiro público, naquela eleição, Duarte não gastou nenhum centavo do seu próprio bolso.

Ja em 2022, quando disputou o cargo de deputado federal, Duarte Júnor, que já era ex-branco e neopardo, recebeu R$ 2,1 milhões do FEFC e gastou apenas R$ 17 mil de recursos próprios, o equivalente a menos de 5% do que gastou de recursos próprios em sua primeira eleição e menos de 1% do que gastou de dinheiro público.

Duarte sabe que tanto dinheiro para o fundão eleitoral tem reprovação popular, por isso, fez questão de votar contra,  mas segue usufruindo de tanto dinheiro, muito diferente do senador Cleitinho, de Minas Gerais, eleito vereador em 2016, deputado estadual em 2018 e senador em 2022, sem nunca ter usado R$ 1 centavo de recursos públicos para suas campanhas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *