Dr. Miguel Lauand participa de audiência pública sobre a gestão de resíduos sólidos no município

Aconteceu na Câmara Municipal a audiência pública do Projeto Teia de Sustentabilidade, uma iniciativa do Poder Judiciário local, em parceria com a Prefeitura Municipal e outros órgãos públicos e privados, que objetiva a prevenção e o controle da poluição, além do melhor uso do ecossistema em nossa cidade.

O evento contou com a participação do prefeito Dr. Miguel Lauand, além da presença de autoridades como o Desembargador Jorge Rachid Maluf (Presidente do Núcleo de Gestão Socioambiental do TJMA), do juiz Douglas Martins (Vara de Interesses Difusos da Comarca de São Luis) e do Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão Othelino Neto.

Lauand afirmou: “Itapecuru Mirim vive um momento especial, onde cada ação, independente de segmento traz um diferencial fundamental para o desenvolvimento da cidade. Não posso deixar de parabenizar a 2ª Vara da Comarca de Justiça de minha cidade, em nome da Meritíssima Doutora Mirella Cezar Freitas, pelo Projeto Teia de Sustentabilidade, e estendo minhas congratulações a Escola Superior da Magistratura e Núcleo de Gestão Socioambiental do Tribunal de Justiça do Maranhão; a Corregedoria Geral de Justiça, o Ministério Público Estadual, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Itapecuru; a Secretaria de Meio Ambiente e do Trabalho do Estado; a Câmara de Vereadores; a Cooperativa dos Catadores de Recicláveis, a Associação Comercial e o Campus Itapecuru do Instituto Federal do Maranhão, que não estão medindo esforços para o sucesso total dessa iniciativa, que a Prefeitura Municipal não se esquivou de estender as mãos, pois o meio ambiente e sua sustentabilidade são preocupações constantes desta gestão, que se manifesta através das diversas ações realizadas por todas as instituições municipais, seja por projetos específicos vinculados ao planejamento e urbanismo, agricultura e outros, ou seja pelo trabalho de conscientização da população, através de todas as pastas que tem a consciência ambiental como um dos pilares para o melhor executar programas em prol do povo itapecuruense”.

Após apresentar as ações da prefeitura no segmento nos dois primeiros anos de mandato, Lauand anunciou o Monte Cristo como a comunidade modelo Lixo Zero, que será a primeira a receber um trabalho, onde o lixo descartável reciclável será doado para a Cooperativa de reciclagem, o orgânico será compostado para ser utilizado como adubação, onde a meta é de 1 hectare de uma área (irrigada) de hortaliças, além de, em parceria com a iniciativa privada, serem distribuídas lixeiras ecológicas na região.

Também está nos planos do projeto, transformar a reserva da comunidade como um polo turístico, devido a sua beleza natural. Ciente de que as técnicas sustentáveis nada mais são do que mudar nossa maneira um tanto quanto predatória de consumir aquilo que foi feito para durar, a Juíza Mirella Cezar Freitas afirmou que tem fé que Itapecuru passará a ser uma referência mundial na proteção do meio ambiente.

O seu endereço de e-mail não será publicado.