Desastrosa gestão do Padre Josias deixa Peritoró sem receber recursos para educação em 2024

É lamentável e inconcebível que uma gestão irresponsável possa deixar um município com problemas, mesmo anos depois de ter sido encerrada. Infelizmente foi o que aconteceu com o município de Peritoró, localizado na região dos Cocais do estado do Maranhão.

Em decorrência do descaso e da gestão desastrosa de Padre Josias, então prefeito de Peritoró entre 2017 e 2020, o município não recebeu recursos para educação, deixando de ser contemplado com a União VAAR do FUNDEB no ano de 2024.

O motivo do não recebimento dos recursos foi que o município não atendeu a condicionalidade de melhoria dos índices educacionais, com foco na diminuição das desigualdades educacionais entre os diferentes grupos raciais e entre diferentes níveis socioeconômicos, medidos nos anos de avaliação do Saeb de “2017-2019”, conforme a Nota Técnica INEP Nº 024/2023.

Lamentavelmente, o descaso, a irresponsabilidade e ineficiência com que a administração do então prefeito, Padre Josias, geriu a educação, deixou mais uma sequela negativa e de atraso para a população, sobretudo a parcela mais vulnerável. Agora, mesmo após anos de ter saído do governo, a irresponsabilidade e a incompetência da gestão Padre Josias irão atingir a educação de crianças e jovens do município.

A população espera que essa herança maldita seja deletada da história da cidade, que o atual governo continue trabalhando para desenvolver a educação e que jamais o município faça escolhas erradas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *