Deputado Gil Cutrim diz que todo tipo de discriminação deve ser criminalizada

O julgamento das duas ações para que a homofobia e transfobia sejam criminalizados, que iniciou ontem, no Supremo Tribunal Fedetal (STF) parece que vai esquentar o embate no Congresso.

Enquanto o deputado pastor Gil (PMN) manifestou-se contra, e afirmou que a ADO irá criminalizar a pregação do evangelho, o deputado Gil Cutrim (PDT) saiu em defesa de quem sofre discriminação.

“Sou a favor que todo tipo de discriminação, seja ela racial ou por diferenças de gênero, seja criminalizada.” Postou Gil Cutrim em sua conta no Instagram.

O deputado garantiu que com diálogo, devem ser respeitadas diferenças e garanta direitos a todos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *