Atrasada, Prefeitura realiza festa das crianças às pressas, e Luís Fernando passa vergonha de novo.

Sem organização e sem público, Luís Fernando não agradou nem os palhaços.

Após conferir o sucesso da grande festa realizada pelo vereador Paulo Alencar (SD), nesta quinta-feira, 12, no Buffet Felicitá Eventos, na sede do município, o prefeito Luís Fernando (PSDB), decidiu, às pressas, tentar promover uma festa para as crianças. Sem a devida organização e atrasados, Luís Fernando passou vexame com publico pífio.

Além de muitos funcionários comissionados que foram obrigados a trabalhar em pleno sábado, na tentativa de dar a idéia de público, os poucos pais que foram ao Parque da Cidade, se surpreenderam com a presença do prefeito, e a suposta festa das crianças.

De acordo com testemunhos, nem água deram para as crianças. “Colocaram um pula-pula, dois palhaços, e alguns funcionários da prefeitura jogando voley. De longe vi o prefeito em um palanque, e pouca gente sem entender, porque o dia das crianças foi dia 12.” Disse Elizabeth Ramos, que foi ao Parque como sempre faz aos sábados pela manhã.

Funcionários comissionados da Secretaria de Juventude foram convocados para fazer volume na festa.

Já dona Maria de Jesus, moradora do bairro São Raimundo, criticou a desorganização do evento. “Meu vizinho que trabalha na prefeitura, disse que teria uma festa do dia das Crianças e que teria entrega de brinquedos, vim aqui na expectativa de seria uma festa maior do que a que levei meus filhos no dia das crianças, no Felicitá, mas aqui, tinha era muita desorganização, não deram nem água para as crianças, os funcionários estavam preocupados apenas em bater palmas para o prefeito.” Reclamou a moradora.

Pouco público e muita desorganização, na festa “A lá Rubinho Barrichelo”

Em dez anos, essa foi a primeira vez que a prefeitura não distribuiu kits de brinquedos para entidades filantrópicas das comunidades carentes. No ano passado, mais de 80 bairros foram beneficiados com a ação.

“Uma vergonha o que o prefeito Luís Fernando fez este ano. Deixou muita gente decepcionada, já que todo ano entravamos com os ofícios, e conseguíamos o apoio para realizar nossas festas. Agora, quando batemos na porta da prefeitura, somos recebidos com um não.” Desabafou o líder comunitário Dioberto Trindade, do bairro Turiuba.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *