Caos em Anajatuba: Servidores protestam contra salários atrasados.

A cidade parou em solidariedade a centenas de trabalhadores que estão há dois meses sem receber salários em Anajatuba

Servidores Municipais protestaram na manha desta quinta-feira, 25, na porta da Prefeitura de Anajatuba. Com pelo menos dois meses sem receber salários, centenas de funcionários foram às ruas protestar contra o caos administrativo vivido no município.

Com medo da multidão que se formou na porta da prefeitura, o prefeito Sydnei Pereira (PCdoB) determinou que nenhum secretário recebesse a comitiva de servidores, e ordenou que as portas do prédio  fossem fechadas.

Caso o prefeito não realize o pagamento, o Sindicato deve propor que o MP peça o bloqueio das contas para garantir a quitação com os servidores.

A atitude do prefeito revoltou ainda mais os servidores. “Infelizmente estamos vivendo esse pesadelo aqui em Anajatuba. Desde que Sydney assumiu a prefeitura, a ordem em nossa cidade acabou. É salário atrasado, falta de merenda escolar, até energia de escola já vi sendo cortado.” Denunciou uma servidora.

Servidores revoltados com o prefeito Sydnei.

Desde que o comunista assumiu a prefeitura, em janeiro de 2017, Anajatuba vive umas série de problemas.

Os atrasos dos pagamentos de alguns servidores já chegaram ao absurdo de oito meses, o que tem prejudicado a economia local.

Nas escolas, segundo informações colhidas pela reportagem do blog Maramais, os alunos ficaram sem merenda escolar durante todo ano letivo de 2017, o que deve acontecer também este ano.

Com o nome na lista de inadimplente, o município não realizará carnaval.

O caos é tamanho, que até fornecedores de material de expedientes ameaçam quebrar contrato com a prefeitura caso não recebam o que a prefeitura deve há quase um ano.

O outro lado.

Tentamos contato com o prefeito, mas infelizmente, não obtivemos retorno.