Cadeiras de ouro! Talita Laci pretende alugar jogos de mesas 300% mais caras do que o valor de mercado.

No mercado, o valor da locação pode chegar até R$ 3,50, mas a prefeita vai locar por R$ 14,00 cada jogo de mesa.

A prefeita do município  de Raposa, Talita Laci (PCdoB), deve ser alvo de nova investigação do Ministério Público.  Depois da super-compra de Caixões, divulgada em primeira-mão pelo blog Maramais e que virou alvo de investigação do Parquêt,agora a jovem prefeita pretende alugar jogos de mesas com valores três vezes maiores do que o praticado no mercado.

Segundo publicação do Diário Oficial da Raposa, edição número 015, do último dia 05 de fevereiro, disponibilizado apenas nesta sexta-feira, 09, a prefeita pretende alugar 500 mesas e 5 mil cadeiras de plástico, idênticas as da foto, pelo valor de R$ 14,00 reais cada jogo de mesa, composto por uma mesa e quatro cadeiras.

O blog fez uma rápida pesquisa de mercado, e verificou que é possível alugar jogos de mesas com a mesma característica pelo valor de R$ 4,00, valor três vezes menor do que o pretendido pela prefeitura do município da Raposa.

Em alguns casos, se a quantidade de jogos de mesas for maior que 100, o preço pode cair pra R$ 3,50.

A empresa vencedora da licitação é M do Nascimento Pereira Comércio, com sede no Village Cohatrac V, em São José de Ribamar, a mesma questionada pelo Secretário de Comunicação, que mantém um blog e em 19 de setembro do ano passado, publicou reportagem denunciando a prefeitura de Paço do Lumiar por contratar R$ 700 mil reais em quentinhas. ( veja aqui ).

Prefeita virou alvo de investigação por compras de Caixões.

Com a prefeitura da Raposa, além dos jogos de mesas com valores exorbitantes, a empresa Mirian Eventos também vai faturar R$ 38,5 mil com cafezinho, ou Coffee Break, se preferir.

Ao que tudo indica, a jovem prefeita segue o mesmo caminho da ex-prefeita ostentação, Lidiane Leite, que cumpre prisão domiciliar por estar em período de amamentação do seu filho recém-nascido.

O Ministério Público deve apurar essa nova licitação com indícios de irregularidades.

Leia também:

Loucura! Prefeitura da Raposa vai torrar R$ 170 mil em Caixões.

Talita Laci quer queimar R$ 2 milhões em locação de equipamentos para festas.

Após matérias dos caixões, prefeita manda tirar Diário Oficial do ar.

Matérias do blog Maramais motivam MP a abrir inquérito contra prefeita da Raposa

 

Matérias do blog Maramais motivam MP à abrir inquérito contra prefeita da Raposa.

As duas reportagens do blog Maramais, que revelaram a intenção da prefeita do município da Raposa, em gastar uma fortuna com Caixões e Festas, motivaram o Ministério Público do Maranhão a instaurar inquérito civil para apurar suposto crime de improbidade administrativa contra a prefeita do município da Raposa, Talita Laci (PCdoB).

A primeira reportagem foi publicada no dia 24 de janeiro, e mostrou que a prefeita tinha a intenção de gastar R$ 170 mil com a compra de Caixões, valor muito superior ao que motivou ação contra a ex-prefeita ostentação, Lidiane Leite, condenada em situação muito parecida com a jovem prefeita da raposa. ( reveja aqui )

Já a segunda reportagem, publicada no dia 26 de janeiro, revelou que a prefeita tinha planos de gastar quase R$ 2 milhões de reais com locação de estrutura para realização de eventos. ( reveja aqui )

Após publicação das duas reportagens, o Ministério Público abriu investigação, no dia 29, para apurar as condutas da prefeita, que terá prazo de dez dias para encaminhar à Promotoria cópia integral dos autos dos dois processos que resultaram nas contratações alvo de investigação.

Após matéria dos Caixões, Prefeita da Raposa manda tirar site do Diário Oficial do ar

Ao que tudo indica, a jovem prefeita da Raposa, Talita Laci (PCdoB), não gostou muito de saber que suas ações estavam sendo acompanhadsa por blogueiros e emissoras de TV do Maranhão. Após o blog Maramais publicar matéria que revelou  a intenção da prefeita em torrar mais de R$ 170 mil reais com Caixões e outros quase R$ 2 milhões com locação de som e palco para festas no município,  e que pautou diversos blogs e até a TV Mirante, a jovem prefeita ordenou que o Diário Oficial da Raposa fosse tirado do ar.

Quem tentou acessar o link do Diário Oficial da Raposa nas últimas 36 horas, ficou decepcionado, já que o link direciona apenas para uma página branca.

A atitude da prefeita mostra a vontade em continuar com as antigas praticas municipais, e deve chamar ainda mais a atenção do Ministério Público.

Talita Laci vai torrar quase R$ 2 milhões com locação de equipamentos para festas na Raposa

A jovem prefeita pretende gastar quase dois milhões com locação de equipamentos para festas.

Segundo informações do Diário Oficial do Município da Raposa, a jovem prefeita Talita Laci (PCdoB), pretende gastar uma verdadeira fortuna com festas no município. De acordo com o pregão presencial nº 049/2017, publicado nesta sexta-feira, 26, quatro empresas juntas, irão faturar R$ 1 milhão, 833 mil reais, para locação de equipamentos para realização de eventos na cidade.

Quase dois milhões para locação de equipamentos para festas.

A empresa Euroban Aluguel de Equipamentos, Eventos e Serviços, com sede na Avenida São Luís Rei de França, em São Luís, e de propriedade dos empresários Josué Sousa Gouveia e Betânia Sousa Matos, vai faturar R$ 39 mil.

Outra empresa que vai faturar com as festas da Raposa é a Mirian Eventos, com sede no Vallagio Cohatrac V, em São José de Ribamar. A empresa vai faturar pouco mais de R$ 53 mil reais.

Já a Energia Locação e Serviços, de propriedade de Mauricio Jorge André e Vinicius Oliveira Jorge e que tem sua sede em Paço do Lumiar, vai receber R$ 55,5 mil com o contrato para realização de festas.

A maior parte do contrato, exatos R$ 1 milhão, 685 mil, 330 reais, deverão ser embolsados pelo ex-Assessor de Comunicação do Professor Josemar, ex-prefeito de Paço do Lumiar. Stênio Pereira Aragão, mais conhecido como Stênio Kavasaky.

Com sede no bairro da Pirâmide, a empresa de Kavasaky, vai ganhar quase 20 vezes o valor do seu atual capital, que é de apenas R$ 90 mil reais.

Com todo esse dinheiro sendo gasto só com locação de equipamentos para festas, a prefeita não deve se reclamar de crise.

Leia também: Loucura! Raposa vai torrar R$ 170 mil reais com Caixões.

Loucura! Raposa vai torrar R$ 170 mil reais com Caixões.

Caso lembra o da ex-prefeita Ostentação, Lidiane Leite, que gastou R$ 135 mil em caixões e foi condenada por ato de improbidade, tendo que devolver o valor integralmente aos cofres municipais.

A prefeitura do município da Raposa, comandada pela jovem prefeita Talita Lací (PCdoB), prevê muitas mortes para o ano de 2018. Segundo o contrato publicado no diário do município, serão gastos R$ 170 mil reais com a compra de caixões, o que dá, pelo valor de mercado, uma média de pelo menos um caixão por dia, ou seja, 365 mortes em 2018.

De acordo com dados oficiais, a empresa que vai faturar esse bolão todo é a Pax São Luís Raposa, com sede na Avenida Principal da Cidade.

O que mais chama atenção, é que o município tem menos de 30 mil habitantes, e de acordo com informações do SIM – Sistema de Informações sobre Mortalidade), em 2015, ano que teve muitas mortes, foram registrados apenas 131 óbitos, e desses, apenas 20 famílias recorrerão ao auxilio dado pela Prefeitura.

Caso parecido com Bom Jardim.

No município de Bom Jardim, a ex-prefeita ostentação, Lidiane Leite, foi condenada por fraudar licitação que tinha como objeto a compra de caixões no valor total de R$ 135 mil reais.

Lá, com 40 mil habitantes, o contrato foi bem menor do que no município da Raposa.

A ex-prefeita foi condenada a devolver o valor integral aos cofres públicos.

Raposa: Talita Laci autoriza realização de concurso público com salário de até R$ 6 mil reais.

A prefeita do município da Raposa, Talita Laci (PCdoB), autorizou o Poder Executivo Municipal a realizar concurso publico para preenchimento de 39 vagas em diversas áreas. No total, serão 13 cargos, para candidatos com diplomas do ensino médio e de graduação.

A Lei 310/2017 foi publicada no Diário Oficial do Município da Raposa do dia 10 de janeiro, na edição número 003, ano II.

A empresa responsável pela aplicação da prova deverá publicar o edital nos próximos dias.

Serão oferecidas 05 vagas para o cargo de médico, com carga horária de 24hs semanais e remuneração de R$ 6 mil reais; 05 vagas para o cargo de enfermeiro, com carga horária de 30hs semanais e remuneração de R$ 2 mil reais; 05 vagas para o cargo de técnico de enfermagem, carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 937 reais; 01 vaga para o cargo de assistente social, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 2 mil reais; 01 vaga para o cargo de nutricionista, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de 2 mil reais; 01 vaga para psicólogo, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 2 mil reais; 01 vaga para educador físico, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 1.500 reais; 01 vaga para o cargo de fiscal sanitário, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de 937 reais;  05 vagas para o cargo de guarda municipal, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 1 mil reais; 01 vaga para o cargo de medico veterinário, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 2 mil reais;  01 vaga para o cargo de agente de endemias, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 1014 reais; 02 vagas para motorista categoria D/E, com carga horária de 40hs semanais e remuneração de R$ 1200 reais e 10 vagas para professores, com 40 horas semanais e remuneração conforme piso salarial da catehoria.