Campanha antecipada: Presidente do PROCON já conta até com grupo de WhatsApp “Duarte Jr. Deputado”.

O grupo do aplicativo WhatsApp, que notadamente faz campanha antecipada, é administrado pelo próprio Duarte Jr, a Chefe da Assessoria de Comunicação do Procon, Emily Castelo Branco, dentre outros aliados ligados ao orgão.

O presidente do Procon-MA, Hildélis Duarte Jr, tem intensificado sua campanha antecipada ao cargo de Deputado Estadual nas redes sociais. Sem nenhum medo de punição, Duarte Jr e funcionários do Procon administram um grupo de WhatsApp que faz campanha declarada, “Duarte Jr. Deputado.”, faltando apenas indicar o número, que só será definido após registro da candidatura.

O grupo, tímido, foi criado no último domingo, 04, e conta com pouco menos de 100 participantes, entre eles, vários servidores do órgão presidido por Duarte Jr.

Em grupos de várias cidades, o link para que eleitores participem do “Duarte Jr. Deputado” vem sendo amplamente divulgado.

Entre os administradores do grupo que anuncia Duarte Jr. como deputado, estão o próprio pré-candidato, – ou candidato, dependendo da interpretação, – e a chefe da assessoria de comunicação do Procon, Emily Cartelo Branco, dentre outras pessoas ligadas ao declarado candidato.

Segundo o artigo 240 do código eleitoral, a propaganda de candidatos a cargos eletivos somente é permitida após o dia 15 de agosto do ano da eleição.

Pré-candidato a deputado estadual, Duarte Jr incita população contra Hildo Rocha.

O pré-candidato a deputado estadual e diretor do Procon, Duarte Jr (PCdoB), mostrou nesta quinta-feira, 11, durante cerimônia de inauguração do trecho de duplicação da BR-135, que está pronto para o jogo eleitoral.

Não satisfeito com as cobranças feitas pelo deputado federal Hildo Rocha (PMDB), ao chefe comunista, o governador Flávio Dino (PCdoB), foi o bastante para Duarte Jr, esquecer que além de professor universitário, é diretor do Procon, e deveria ter comportamento exemplar.

Diferente de como costuma se apresentar em público, sempre tentando passar a imagem de cidadão exemplar, Duarte passa a incitar a população a hostilizar o deputado, e chama Hildo Rocha de “Pinóquio”, “Pinóquio”, “Pinóquio”, “Mentira”, “Para que tá feio”.

Quando percebe que está sendo gravado pelo jornalista Ronaldo Rocha, Duarte ainda se aproxima do cinegrafista, na tentativa de intimidá-lo, mas alertado por um amigo, desiste.

O comportamento de Duarte, que pretende assumir uma vaga na Assembleia Legislativa, deve ser reavaliado por ele, e reprovado pelo eleitor.