São José de Ribamar:”Intera” pra merenda escolar do Liceu e “Estelionato eleitoral” na Matinha

Duas denúncias graves contra a gestão do prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB),vieram a tona na manhã desta quinta-feira, 07.

“Intera” pra merenda escolar em Ribamar

Na primeira, uma mãe de aluno do Liceu Ribamarense I, localizado na região da Sede do município, denunciou que funcionários da escola, tem pedido colaboração de R$ 20 reais de cada aluno, para comprar temperos para a merenda escolar oferecida.

Denúncia parecida tem sido feita por pais de alunos do Liceu Ribamarense 2, localizado no Parque Jair. Lá, de acordo com as denúncias, os pais tem que pagar uma taxa de R$ 50 reais por mês.

Nas redes sociais, assessores do prefeito contestaram a informação e afirmaram que o Liceu 2, no Parque Jair, era tomado por bandidos, e que a atual gestão tomou a escola dos bandidos e devolveu pra comunidade. A informação revoltou os pais de alunos do Parque Jair, que garantem que a Escola sempre foi ocupada por alunos e pessoas idôneas.

No primeiro bimestre, Luís Fernando já havia tido outro atrito com pais de famílias do Parque Jair, quando, durante protesto por melhorias no bairro, Luís Fernando teria destratado os moradores e esbravejado “conversem como gente que eu converso com vocês.”

Estelionato eleitoral

O maior líder comunitário da região da Matinha, Cícero da Matinha, denunciou hoje, o que podemos classificar como estelionato eleitoral.

De acordo com Cícero, o prédio onde funcionava a UBS da Matinha, que antes, era a residência do vereador Lázaro (PV), está com placa de vende-se. Até aí, tudo normal, se não fosse um pequeno detalhe, os moradores da Matinha sabem, e ouviram da própria boca do prefeito Luís Fernando quando tentou sua reeleição em 2008, que o prédio havia sido doado por Lázaro sem nenhum custo para a prefeitura, e lá, passou a funcionar a UBS.

Agora, com a informação de que o imóvel está à venda, a verdade veio à tona, e o que tudo indica, na tentativa de se reeleger e reeleger o seu aliado, vereador Lázaro, ambos enganaram a comunidade, e o imóvel nunca foi doado para a prefeitura, um verdadeiro estelionato eleitoral cometido pelos dois em 2008.

Bomba!!!! Luís Fernando vai torrar quase R$ 2 milhões em propagandas

Esse valor será usado para pagar blogs, programas de rádio, jornais, programa de TV que veiculam matérias positivas sobre a Prefeitura de São José de Ribamar, entre outros serviços.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), vai queimar uma verdadeira fortuna com publicidade, na tentativa de melhorar sua imagem, completamente desgastada desde que assumiu o município e vem autorizando diversas medidas impopulares, como a perseguição aos vendedores de peixe, e o tratamento ríspido contra moradores do Parque Jair, gravado no mês passado, quando o prefeito recebeu uma comissão que protestava contra o descaso e abandono do gestor ao bairro.

A empresa que vai faturar toda essa fortuna, é a AG10, do amigo de longas data do tucano, o publicitário Melchiades, responsável pelo bordão que estampava a TV Mirante todas as noites, no horário nobre, com  a musiquinha “São José de Ribamar, melhor para todas.”, quando Luís Fernando não economizava dinheiro para tentar vender uma boa imagem para todo o Estado, em busca da tão sonhada cadeira de Governador.

Ao preço de quase R$ 2 milhões, AG10 deverá tentar melhorar a péssima imagem do prefeito.

Agora, enfrentando uma onda de queda de popularidade, a AG10 receberá quase R$ 2 milhões de reais para tentar melhorar a popularidade do atual prefeito de São José de Ribamar.

O Extrato de Contrato foi publicado nesta segunda-feira, 04, na Edição número 126 do Diário Oficial do Municipio.

Com esse dinheiro todo, o prefeito de São José de Ribamar deixará de investir em educação, saúde e infraestrutura, e pagará altos valores para radialistas, blogueiros, jornais e emissoras de TV, para veiculação de noticias positivas da prefeitura.

Só pra se ter uma ideia, o valor do contrato é de R$ 1 milhão e 800 mil reais, valor que daria para comprar 11 Ambulâncias, mas ainda assim, o prefeito preferiu alugar apenas 4 ambulâncias para o município.

Alunos são obrigados a empurrar ônibus escolar após acidente em São José de Ribamar.

Após momentos de pânico, alunos são obrigados a empurrar veiculo que se envolveu em acidente.

Crianças da rede municipal de ensino do município de São José de Ribamar passaram por momentos de pânico, na manha desta terça-feira, 05, na sede do município. Segundo testemunhas, o ônibus escolar desceu a Rua de Santana completamente desgovernado até invadir a calçada de uma residência.

Logo após o acidente, que deixou dezenas de alunos que eram transportados completamente em pânico, a primeira medida adotada pelos responsáveis foi obrigar os alunos a empurrar o ônibus para retirá-lo do local do acidente.

Felizmente, nenhuma criança ficou ferida, apenas um grande susto e danos materiais no ônibus e na residência.

Em um grupo de whatsApp, o Assessor de Comunicação da Secretaria de Transito do Município, o blogueiro Nunes Colunista, se pronunciou sobre o ocorrido.

“A prefeitura não tem culpa da imprudência desse motorista. Além de irresponsável por usar alunos para empurrar o veiculo. Assim como todos os profissionais, ele com certeza passou por vários procedimentos para conduzir um ônibus. Mas infelizmente não houve um cuidado por parte do mesmo. Vamos analisar o caso em tela, mas saber discorrer também com responsabilidade e responsabilizar a quem é de fato o culpado. Até eu fiquei puto com esse cidadão!” Desabafou o assessor da prefeitura.

Esse é o segundo caso de acidente envolvendo ônibus da rede municipal de ensino em menos de quatro meses. Em maio, um veiculo com 45 alunos chegou a capotar.

Internautas denunciam diariamente que a atual gestão, do prefeito Luís Fernando não vem fiscalizando o transporte escolar, e que em diversos bairros, crianças são obrigadas a se espremer em ônibus completamente lotados.

Bomba! Assessor de Luís Fernando incita Núbia Dutra a praticar homicídio.

Se não bastasse o clima de medo e perseguição instalado em São José de Ribamar, agora, o assessor do prefeito Luís Fernando (PSDB), o ex-blogueiro Davi “Levandowsky” Pereira Silva, que já é réu em três processos no Juizado Criminal, resolveu usar um grupo de whatsapp da cidade para incentivar a primeira-dama de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, a cometer homicídio.

Na tarde deste sábado, 02, o assessor fez um comentário infeliz e criminoso, durante debate sobre a redução da tarifa de água e esgoto. Exaltado, Davi Silva não poupou palavras para dizer o que, na sua opinião, Núbia deveria fazer.

“Núbia devia meter uma bala na cabeça de quem trouxe a Odebrecht para Ribamar. Um dia bem próximo, essa história vai ser esclarecida.” Incentivou Davi, em postagem no grupo de whatsApp, que entre os mais de 230 participantes, estão vários secretários e vereadores do município, o vice-prefeito Eudes Sampaio, e até o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB).

Davi não deixa claro contra quem ele quer que Núbia desfira um tiro na cabeça, porém, ao fazer a infeliz postagem, poderá ser enquadrado nos crimes previstos nos Artigos 286 e 287 do Código Penal.

Diante da gravidade do fato, o advogado Edson Júnior chegou a alertar o inexperiente assessor do Prefeito Luís Fernando.

“Apologia de crime e incitação a violência são crimes previstos no Código Penal.” Alertou o advogado.

O marido de Núbia Dutra, que participa do grupo, entendendo a gravidade do comentário do jovem assessor, preferiu ficar em silêncio.

Decisão de um dos processos criminais no qual Davi é réu.

Atualmente, o assessor Davi Silva, lotado na Assessoria de Comunicação, cumpre pena restritiva de direito com prazo de 02 anos e é proibido de freqüentar alguns locais, entre eles, bares prostíbulos e boca de fumo, além de não poder se ausentar por mais de 30 dias da comarca, tem que comparecer todos os meses ao Fórum para prestar esclarecimentos sobre suas atividades.

Davi também é réu em mais dois processos penais com audiências previstas para acontecer ainda este mês, e, depois dessa, poderá acumular o quarto processo criminal.

Já Núbia Dutra, advogada por formação, provavelmente não dará ouvidos ao Assessor do Prefeito de São José de Ribamar.

 

Luz, câmera e ação: Após mandar moradores do Pq. Jair falar como gente, Luis Fernando grava vídeo “A Lá Lula”.

Parece piada, mas aconteceu hoje (21), em São José de Ribamar. O prefeito Luis Fernando, que foi gravado sem que percebesse, por moradores do Parque Jair, durante protesto na semana passada, e, em tom agressivo, mandou os manifestantes falar como gente, resolveu seguir os conselhos dos marqueteiros, e aproveitando um protesto de moradores contra uma decisão judicial, próximo ao Liceu I, foi lá, levou a equipe de marketing e até puxador de palmas.

No vídeo que está sendo amplamente divulgado por funcionários da prefeitura, o que se vê, é um prefeito que tenta passar uma imagem popular, no melhor estilo “Lula lá”.

“Vocês não vão sair daqui!” diz o prefeito, garantindo que com seu apoio, os moradores não serão retirados do local, que é uma propriedade particular e tem uma reintegração de posse. Bem diferente do que ele tem feito em varias regiões do município, onde donos de ocupações irregulares estão sendo despejados pela prefeitura.

Quanta contradição: O mesmo prefeito que manda derrubar ocupação irregular, afirma que apoia invasão séria.

Relembre:“Luís Fernando acabou com os sonhos da minha família.” Diz trabalhador ao ver lanchonete destruída.

O puxador de palmas levado pela equipe de filmagem, incentiva as palmas e grita “prefeito do povo!”, o que se ouve em seguida é uma miada salva de palmas.

Em seguida, vestindo o espírito Lula, o prefeito garante, “Não vou deixar fazer isso com vocês, eu venho prá, fico no meio de vocês, mas não deixo.” Discursa o prefeito.

Perdido, o prefeito dá uma olha no celular, lê o script novamente, e segue, conforme o roteiro da equipe de marketing.

“Uma coisa é invasão de molecagem! Invasão de quem não precisa.” Diz Luiz Fernado. Nesse momento, um morador grita interrompendo a fala do prefeito, “Não, molecagem não, aqui é só pai de família.” O prefeito segue falando, “Aqui vocês precisam.”  Conclui o prefeito.

Nesse momento, todos os moradores começam a falar simultaneamente, muito parecido com o que aconteceu essa semana, quando um morador, sem que o prefeito percebesse, gravava a forma grossa e autoritária como Luis Fernando se dirigia aos moradores.

Nesse vídeo de hoje (21), amplamente divulgado pelos funcionários, enquanto os moradores falam simultaneamente, diferente do outro vídeo, que ele bate palmas e manda a população falar como gente, nesse novo vídeo, uma moradora que também tá gravando discretamente, o prefeito percebe, pede o celular, e acreditem, dispara: “Um beijo para a dona do celular.”

Quem não viu o vídeo do Parque Jair, realmente acredita no que os funcionários da prefeitura estão divulgando hoje, por tanto, confira o vídeo onde Luís Fernando aparece naturalmente, sem saber que está sendo gravado.

Veja os dois vídeos, o de hoje, gravado e dirigido por sua equipe de comunicação e amplamente divulgado pelos funcionários da prefeitura, e o original, gravado pela população do Parque Jair, e amplamente divulgado pelo povo.

Vídeo gravado pela equipe do prefeito

Gravado pelo povo

Pressão! Luís Fernando enfrenta mais um protesto, desta vez foram os professores.

Luís Fernando enfrenta mais um protesto de insatisfação com sua gestão

Um dia após protagonizar cenas de confusão e bate-boca com moradores do Parque Jair, hoje (17),  o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB),  enfrentou o descontentamento dos professores, que foram até a prefeitura protestar. Proibidos de entrar no prédio, dezenas de professores foram obrigados a ficar no sol quente.

Indignados pelo descompromisso e desrespeito da atual gestão, que ainda não pagou o reajuste de 7,64% do piso da categoria, concedido através de Lei Federal desde janeiro deste ano, dezenas de professores protestaram durante toda a manhã desta quinta-feira.

Com medo da revolta dos professores, o prefeito Luís Fernando pediu reforço junto a Guarda-Municipal, o que foi completamente desnecessário, já que o protesto era pacifico, como declarou a professora Adriana.

“Não queremos nada demais, apenas o reajuste garantido por lei. Engraçado que antes de ser eleito, o prefeito dizia que iria valorizar nossa categoria, e o que vejo é isso, somos obrigados, a maioria mulheres, a ficar nesse sol quente. A única coisa que não existe aqui é respeito.” Lamentou a professora.

Acostumados com as desculpas do atual gestor, uma professora ironizou. “E não adianta vir colocar culpa no ex-prefeito, por nós somos professoras, muito bem informadas. O ex-prefeito que você tanto condena, nos deu 77,37% de reajuste em seis anos, faça igual ele, pelo menos!” ironizou a professora Fabiana.

Dados oficiais mostram que o município já recebeu, só pra educação, mais de R$ 50 milhões este ano.

Até a presente data, segundo informações oficiais do Governo Federal, a prefeitura de São José de Ribamar já recebeu mais de R$ 54 milhões, recurso que deveria ser usado exclusivamente para a Educação. Mesmo assim, o prefeito insiste que o município não tem condições financeiras para pagar o reajuste.

De acordo com a diretoria do Sinproesemma, há condições financeiras sim, e além do pagamento do reajuste do piso salarial, de 7,64%, estão sendo cobrados outros direitos, como progressões/promoções e gratificação de difícil acesso.

Arregou de novo! Luís Fernando leva pressão da população e dos vereadores, e volta atrás na perseguição aos Treillers do Centro.

Atitude truculenta de notificar de Luís Fernando foi comparada a postura do intolerante Donald Trupp

O prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), mostrou mais uma vez que a pré-campanha apresentada através dos “Planejas” não serviu para absolutamente nada. Após determinar que fiscais da Prefeitura notificassem todos os proprietários de Treilers da Avenida Gonçalves Dias, dando prazo de 15 dias para retirada dos pontos comerciais, o prefeito foi alvo de muita reclamação da população, e levou uma verdadeira pressão dos vereadores.

Leia também: Revolta em São José de Ribamar: Prefeitura dá 15 dias para retirada dos Treilers

Durante mais de 48hs, o assunto foi um dos mais comentados nos grupos de WhatsApp do Centro da Cidade, e nos próprios Treillers, onde a atitude truculenta e autoritária do prefeito foi compara a do presidente dos Estados Unidos, o intolerante Donald Trump.

Nesta quarta-feira (09), o vereador Paulo Alencar liderou uma reunião com outros vereadores na Câmara de Vereadores, onde ficou decidido que juntos iriam buscar um meio legal para que o prefeito voltasse atrás.

Leia também: Caso perseguição aos donos de Treilers: Luís Fernando x Vereadores

Agora pouco, durante a Sessão da Câmara, o próprio vereador Paulo Alencar anunciou que o prefeito voltou atrás e que nenhum Treiler será retirado da Avenida Gonçalves Dias.

Em seu pronunciamento, Paulo Alencar elencou a importância dos vereadores em estar do lado do povo, e que é pra isso que eles estão lá, para representar e defender os interesses da população, e que jamais ficariam contra os donos dos Treillers, que já fazem parte da história da cidade.

Com a Galeria da Câmara lotada, proprietários de Treilers e a população vibraram com a postura dos vereadores.

Já Luís Fernando, este coleciona mais uma atitude reprovada pelos trabalhadores do município.

Revolta em São José de Ribamar: Prefeitura dá prazo de 15 dias para retirada dos tradicionais treileres da Avenida Gonçalves Dias.

Luis Fernando autorizou mais uma ação contra o trabalhador ribamarense. Dessa vez, os donos de Treilers tem 15 dias para retirada, sob pena de remoção.

Pais de famílias que tiram seu sustento da venda nos tracionais Treilers do centro de São José de Ribamar, foram pegos de surpresa por fiscais da Prefeitura, que notificaram os proprietários dos pontos comerciais e deram prazo de 15 dias para retirada dos Treilers. A ação deixou muita gente revoltada, no inicio da tarde desta terça-feira, 08.

No centro comercial da cidade, não se fala em outro assunto, e o clima de revolta é geral, entre proprietários dos comércios afetados, funcionários e clientes.

“É revoltante saber que pais de famílias só querem trabalhar e o prefeito tenta proibi-los de todas as formas.” Disse uma cliente de um dos Treilers notificado.

Tivemos acesso a uma das notificações, e como pode ser visto, o proprietário tem 15 dias para retirada do Treiler e retirada das mesas e cadeiras imediatamente.

“Como vou vender meu lanche sem mesa e cadeira? Meu cliente vai comer o lanche em pé? É uma vergonha e falta de respeito com o pai de família, com o trabalhador e com o ribamarense que há mais de duas décadas lancha aqui no meu ponto. Aqui eu já tenho clientes que vi crescer e hoje trás seu filho para lanchar. Estou envergonhado de ter votado nesse prefeito.” Lamentou um comerciante.

Em março, o prefeito autorizou destruição de diversos Treilers no Parque Vitória. Cenas de pais de famílias chorando chocaram a população da região.

Outro cliente, anunciou em um famoso grupo de WhatsApp da cidade que amanha poderá ter protestos contra o prefeito pela ação considerada por muitos autoritária, perseguidora e desnecessária.

“A mulher daqui do Treiller tá chamando o prefeito só de nome bonito. Amanha o centro de Ribamar para! Aqui no Cruzeiro não se fala em outro assunto.” Anunciou o internauta.

Leia também:

“Luís Fernando acabou com os sonhos da minha família.” diz trabalhador ao ver Treiller destruído.

Luís Fernando poderá disputar vaga para Deputado Federal e deixar prefeitura nas mãos do cearense Eudes Sampaio.

Luis Fernando poderá deixar a prefeitura para disputar votos com Gil Cutrim na corrida rumo à Câmara Federal

Exclusivo – Tudo indica que o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), abandonará o barco mais uma vez. Enfrentando serias dificuldades em administrar a cidade, que agora tem uma população três vezes maior do que o município que comandou pela primeira vez em 2005, e com a obsessão em seu ex vice-prefeito, Gil Cutrim (PDT), Luís Fernando deverá deixar a prefeitura nas mãos do vice-prefeito, o cearense Eudes Sampaio (PTB), para disputar uma vaga na Câmara Federal.

A noticia foi dada na manha desta segunda-feira, 31, por um aliado do prefeito de São José de Ribamar, que acredita que Luís Fernando poderá tomar tal atitude movido apenas pela obsessão contra Gil Cutrim, traindo mais uma vez os eleitores.

Luís Fernando estaria disposto à ir pro racha contra o ex-prefeito Gil Cutrim. De acordo com o vereador, o próprio prefeito teria confessado que, caso Cutrim seja candidato a Deputado Federal, ele (Luis Fernando), estaria disposto a deixar a prefeitura para disputar uma vaga na Câmara Federal, e, movido exclusivamente pela obsessão e vaidade, ver quem teria mais votos.

O vereador pediu para não ter seu nome revelado, já que é aliado do ex-prefeito e do atual prefeito.

O cearense Eudes Sampaio já sonha com a saída de Luís Fernando .

“Essa obsessão de Luís Fernando tá virando uma loucura, tudo ele compara com Gil, chega até a nos deixar em sinuca de bico, porque somos amigos do ex-prefeito e do prefeito. Por último, durante um almoço, quando eu toquei na possibilidade de Gil ser eleito Deputado Federal, Luís Fernando atravessou a conversa e disse que no pau à pau, ele queria ver quem tem mais votos.” Disse o vereador.

Se Luís Fernando realmente deixar a prefeitura para disputar as eleições no ano que vem, será a segunda vez que deixará o cargo, o que poderá por fim a sua carreira política no município.

Do outro lado, Eudes Sampaio que não tem nenhuma expressão no município e carrega a antipatia da classe política, já vibra com a possibilidade de ganhar de mãos beijadas a prefeitura da terceira maior cidade do Estado.

Enquanto Luís Fernando não comunica a decisão ao seu grupo político, segue inaugurando obras executadas pelo ex-prefeito e participando de inaugurações de obras do Governo do Estado.